BLOG

  • Mortes por chikungunya superam as causadas por dengue em 2017

      
      O número de mortes por febre de chikungunya superou o de óbitos por dengue no Brasil. É o que revela a última parcial divulgada pela Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, sobre essas doenças, em 2017.
    De janeiro a agosto, houve confirmação de 86 mortes por chikungunya. Outras 168 mortes estão sendo investigadas e podem ser atribuídas à doença. Em relação à dengue, 83 óbitos foram registrados no mesmo período — 222 estão sendo apurados e podem ter ligação com a dengue.
    A dengue continua à frente em número de casos: são 214.990 em 2017, contra 167.813 de chikungunya.

      Não existe epidemia de dengue no país, o que ocorreu em 2016. Por isso houve redução da quantidade de óbitos. Já o índice de mortes por chikungunya alerta os especialistas: a febre não era considerada uma doença mortal — as consequências da enfermidade estão em análise de cientistas.
    "Os dados do boletim epidemiológico são provisórios, mas ajudam os gestores da saúde nas tomadas de decisões e na orientação da política pública da área", informa nota do ministério da Saúde.

      Aprenda a diferenciar os sintomas da dengue, chikungunya e zika
    A febre de chikungunya, a dengue e também a febre pelo vírus zika são transmitidas pelo mesmo vetor, o mosquito Aedes aegypti.

                                                                                               Fonte: R7.com

    Mortes por chikungunya superam as causadas por dengue em 2017